REDUÇÃO DE DANOS

Um outro olhar sobre o ser humano

O que se pode usar

Redução de Danos

JUDICIÁRIO, SAÚDE E USUÁRIO

O QUE SE FALA, PENSA E ESCREVE SOBRE O CRACK

PREVENÇÃO

Sexo, Drogas e Redução de Danos

A VIDA E O RESPEITO AS DIFERENÇAS

Direitos humanos em defesa do SUS

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Movimento de Redução de Danos lança manifesto contra ameaça de retrocesso





As três maiores redes com atuação na área de redução de danos, associado ao uso de álcool e outras drogas lançaram na manhã de hoje um manifesto intitulado “Não aos Retrocessos”. O texto assinado pela Associação Brasileira de Redução de Danos ( ABORDA), Associação Brasileira Multidisciplinar de Estudos sobre Drogas (ABRAMD), Rede Brasileira de Redução de Danos e Direitos Humano (REDUC) e diversas outras organizações e dezenas de ativistas, alerta pára o “ risco de retroagirmos diante das conquistas a duras penas alcançadas na área de direitos humanos, especialmente na saúde pública no tocante ao papel do Estado diante do quadro de abuso e dependência do álcool e outras drogas.”

Segundo o documento “ de todos os lados surgem afirmações e atitudes incitando ao ódio e ao aumento do preconceito com populações tradicionalmente estigmatizadas especialmente usuários e usuárias de álcool e outras drogas, população em situação de rua, população carcerária, egressos do sistema penitenciário e outras. “ Os ativistas também chamam a atenção “pela forma com que determinado candidato se dirige as populações LBGT, com ataques, menosprezos ou desqualificações que colaboram para que a violência se amplie.” o candidato agrava este quadro que pode se transformar em mais vidas perdidas e mais futuros destruídos. No tocante a epidemia de HIV/Aids no país, se enfatiza que diante de tantos casos novos, especialmente com população jovem, e número altos de mortes todos os anos, “ mais uma vez o mesmo candidato mostra seu desprezo pelos cidadãos e cidadãs atingidos quando em programa de TV afirmou que “ se não se cuidou o problema é dele.”

O texto finaliza afirmando que “ a liberdade e a vida não podem esperar pela sensibilidade dos governantes. As pessoas continuam adoecendo e morrendo sem que o acesso de qualidade aconteça de forma robusta. Não vamos permitir que dias macabros vividos na ignorância do passado retornem ao nosso convívio.”O manifesto está sendo enviado a imprensa, formadores de opinião, parlamentares e militantes da área de saúde, direitos humanos, educação e outras.

Adesões enviem para abordard@gmail.com



Manifesto dos Ativistas da Redução de Danos no Brasil


Não aos Retrocessos
Frente as ameaças crescentes de idéias conservadoras, excludentes e fascistas as organizações e ativistas que assinam este documento, membros do Movimento de Redução de Danos do Brasil, manifestam sua preocupação com o risco de retroagirmos diante das conquistas a duras penas alcançadas na área de direitos humanos, especialmente na saúde pública no tocante ao papel do Estado diante do quadro de abuso e dependência do álcool e outras drogas.

De todos os lados surgem afirmações e atitudes incitando ao ódio e ao aumento do preconceito com populações tradicionalmente estigmatizadas especialmente usuários e usuárias de álcool e outras drogas, população em situação de rua, população carcerária, egressos do sistema penitenciário e outras. Através de estratégias de ironia, ou afirmações toscas, se menosprezam grupos sociais, ampliando os abismos existentes na atual sociedade. Tais disparates se multiplicam no imaginário social criando uma falsa idéia de que tais segmentos são “ cidadãos de segunda classe” e não merecem respeito ou direitos.

A gravidade desta situação se nota pela forma com que determinado candidato se dirige as populações LBGT, com ataques, menosprezos ou desqualificações que colaboram para que a violência se amplie. O Brasil já ostenta o triste título de país que mais mata LGBT no mundo, em vez de se pregar a convivência pacífica e a afirmação de diretos, o candidato agrava este quadro que pode se transformar em mais vidas perdidas e mais futuros destruídos.

No tocante a epidemia de HIV/Aids no país, que anualmente infecta cerca de 40 mil pessoas ( grande parte população jovem) e mata mais de 5 mil a cada doze meses, mais uma vez o mesmo candidato mostra seu desprezo pelos cidadãos e cidadãs atingidos quando em programa de TV afirmou que “ se não se cuidou o problema é dele”.

Diante desta ameça crescente conclamamos todos e todas para que reflitam sobre a realidade de tais atos e sua consequência para o Brasil. Depois de um período de ditaduras militares, nossa frágil democracia enfrentou dois afastamentos de presidentes eleitos, mergulhou numa crise moral sem comparação e agora- as portas de uma eleição que pode significar um novo recomeço- surge a grave ameaça de termos no comando do país alguém com este projeto fascista e militaresca.

Não vamos nos calar diante da truculência que surge camuflada de ordem.

A liberdade e a vida não podem esperar pela sensibilidade dos governantes. As pessoas continuam adoecendo e morrendo sem que o acesso de qualidade aconteça de forma robusta. Não vamos permitir que dias macabros vividos na ignorância do passado retornem ao nosso convívio.


Não a volta da caça a " culpados".
Não ao retorno da idade média no século 21.
# souRD






ASSINAM:
Instituições
ABORDA- Associação Brasileira de Redução de Danos
ABRAMD- Associação Brasileira Multidisciplinar de Estudos sobre Drogas
REDUC – Rede Brasileira de Redução de Danos e Direitos Humano


Associação Moriá Macapá AP
AREDACRE- Associação de Redução de Danos do Acre
Associação Águia Morena de Redução de Danos Campo Grande MS
CORDEL VIVA- Centro de Orientação e Desenvolvimento de Luta pela Vida João Pessoa PB
Núcleo Londrinense de Redução de Danos
Repare Rede Paranaense de Redução de Danos


Pessoas:
1-Drieli Venâncio da Silva Sousa

Fortaleza CE
2-Dino José de Oliveira Alves

Maceió/Alagoas
3-Sergio da Rocha e Silva

Cuiabá¡/MT
4-Kátia Fidência Souza da Rocha

Boa Vista
5-Maria Jose Batista da Silva

Três Lagoas/ MS
6-Álvaro Augusto de Andrade Mendes

Acre
7-Edilson Gomes da Silva

Crato / Ceará
8-Tatiana Maria Pessoa Pinangé

João Pessoa PB
9-Thalita Mendes Cunha

Rio Branco Acre
10-Leazar Haerdrich

Rio Branco- Acre
11-Lucilene Souza da Costa Moura

Rio Branco/Acre
12-Maria Benedita Gomes da Costa


Amapá

13-Ana Cristina Carvalho de Oliveira

Boa Vista / Roraima
14-Luciana Togni de Lima

Santos/SP
15-Jonatha Rospide Nunes

Palmas/Tocantins
16-Leda Ferreira da Silva

Rio Branco -Acre
17-Felipe David Gomes Bitencourt

Santana do livramento RS
18-Jurandir Telles

Castro Alves
19-Alcenir Veras da Silva

Rio de Janeiro / Rio de Janeiro
20-Tatiana Cunha Mendes

Rio Branco Acre
21-Liandro da Cruz Lindner

São Paulo/SP
22-Anderson Alex de Souza Barbalho

Boa vista RR
23-Rosilene Farias Batista

João Pessoa/Paraíba
24-Elandias Bezerra Sousa

Imperatriz- MA
25-Ingrid Fátima Faria da Silva

Boa Vista - Roraima
26-Marcia Gomes de Moraes Marcia zen

Campo Grande
27-Jackeline dos Reis Corrêa

Campo Grande MS
28-Guilherme Augusto Portugal Braga

Belo Horizonte/MG
29-José Oliveira Filho

Boa Vista-RR
30-Nádia Almeida Carpanedo

Vitoria/ES
31-Marco Manso C. Silva

Salvador/Bahia
32-Marcos Luís Deparis

João Pessoa - PB
33-Maria Beatriz Almeidinha Maia

Campo grande MS
34-Áurea Domingues

Campo Grande /MS
35-Dominicano José Ribeiro Siqueira

Minas Gerais MG
36-Tânia Mara Marengo Lacerda

Campo Grande MS
37-Nelieuda Giselle Dantas dos Santos Gomes

Natal RN
38-Rosana Santos de Oliveira

Campo Grande MS
39-José Ribamar Barros Patrício

São Luís - Maranhão
40-Michel Willian de Castro Marques

São Paulo
41-Leonor Henriette de Lannoy

Brasília/DF
42-Rodrigues de Amorim Souza

Cuiabá¡ / MT
43-Edna Flores de Araújo

Campo Grande MS
44-Eliana Gonzaga

Campo Grande MS
45-Márcio Santos de Oliveira

Campo Grande MS
46-Jordana Coury Jaber

Brasília
47-Arivaldo Leite de Souza Junior

São José de Ribamar / MA
48-Davi da Silva Cardoso

Mato Grosso /Cuiabá¡
49-Ester Maria Oliveira de Sousa

Belém/Para
50-Maria de Lourdes Souza Pires

Imbituba Santa Catarina
51-Ana Carla Rodrigues Fonseca

Gama - DF
52-Evandro Mascarenhas Filho

Campo grande MS
53-Leia Conche da Cunha

Campo Grande MS
54-Sueli Souza Pereira Pimenta

Campo grande MS
55-Edson Conceição Gonsalves

Manaus/AM
56-Lidia Babosa da Silva

Porto Velho/ Rondônia
57-Jane Roberto Nantes

Campo Grande MS
58-Jany Hillary Maffi Haerdrich

Rio Branco/ Acre
59-Rudson da Silva Nunes

Rio Branco/ Acre
60-Claudinei Alves Pereira

Planaltina de Goiás
61-Claudete Cardoso de Paula

Campo Grande MS
62-Evandro Batista de Almeida

João pessoa
63-Vagner Campos da Silva

Rio de janeiro
64-André Valeriano Almeida Guedes

São Lourenço da Mata - PE
65-Joanita Gonsalves Gramkow

Curitiba Paraná
66-Milene Ferreira da Silva

Campina Grande/PB
67- Sebastiao de Campos Arinos júnior

Campo Grande MS
68-Hoanyta Borges do Vale

Boa Vista/Roraima
69-Ianny Mayara Oliveira Lopes

Brasília/DF
70-Ione da Silva Keppen Santos

Curitiba/Paraná
71-Thatyanne Maciel da Cruz

Macapá/AP
72-Mary Vasconcellos Pietro

Boa Vista /RR
73-Josimara Pasqualini Ribeiro Reese

Campo Grandes/MS
74-Marcia Cristianne Lucas Cavalcante

Boa Vista/RR
75-Juliana Correia dos Santos

Manaus/AM
76-Marcelo dos Santos Ribeiro

Goiânia/GO
77-Jeane Alves Cordeiro

Goiânia/GO
77-Eduardo de Matos Cheruli

Goiânia/GO
78-Moises Sousa Silva

Boa Vista/Roraima
79-Tania Mara Marengo Lacerda

Campo Grande/MS
80-Givago de Oliveira Silva

Campo Grande/MS
81-Cleiton Franklin de Freitas Luis

Rio de Janeiro/RJ
82-Milton Amaral Brito Neto

Goiânia/GO
83-Eliana Aparecida da Silva

Campo Grande/MS
84-Gilmara Pereira Santos

Brasília/DF
85-Stella Gomes Alves Santos

Brasília /DF
86-Mayke Diego Gomes da Gloria Machado

Aparecida de Goiânia/GO
87-Nuilena Elizabeth Silva

Terenos/MS
88-Shirlei Santina Gonçalves

Campo Grande/MS
89-Luciana Vitor Dias

Brasília/DF
90-Aurea Rangel Ferreira Junior

Brasília/DF
91-Janderlyne Rafaela Pereira Pagnussatt

Cuiabá/MT
92-Marildes Ribeiro Amorim

Cuiabá/MT
93-Luan Queiroz Grisolia de Oliveira

Brasília/DF
94-Ada Maria Rodrigues Venturine

Jardim/MS
95-Alice Teresinha Both

Corumbá/MS
96- Aluísio Campos Filho

Amazonas/AM
97-Evalcilene Costa dos Santos

Amazonas/AM
98- Juliana Correa dos Santos

Amazonas/AM
99-José Augusto de Oliveira

Aracaju/SE
100- Ildemar Leonel

Corumbá/MS
101- Rosilene Farias Batista

João Pessoa/PB
102-Otoniel dos Reis

Goiânia/GO
103- Paulo Cesar Duarte Paes

Campo Grande/MS
104- Eliana Aparecida da Silva

Cuiabá/MT
105- Tânia Mara Marengo Lacerda

Campo Grande/MS
106- Givago de Oliveira Silva

Campo Grande/MS
107- César Levy Both

Campo Grand/MS
108- Giuliana Andrade de Brito

Naviraí/MS
109- Patrício Leonardo Both

Campo Grande/MS
110- Victor Hugo Both

Campo Grande/MS
111- Paulo Cesar D. Paes

Campo Grande/MS
112- Mara Rojas

Nova Andradina/MS
113- Gilson dos Santos Menezes

Campo Grande/MS
114- Mario Cézar Rodrigues de Sousa

Campo Grande/MS
115- Neide Eliane Gordo de Oliveira

Campo Grande/MS
116- Josiane Machado Gonçalves Fernandes

Campo Grande/MS
117- Luciane Vaz da Silva

Campo Grande/MS
118-Clarice de Souza Pinto

Campo Grande/MS
119-Denise Leite Lima

Campo Grande/MS
120-Florencio Escobar

Campo Grande/MS
121-Tiago Nogueira de Abreu

Goiânia/GO
122-Wanderlei Antônio da Silva

Cuiabá/MT
123- Silva Surjus

Santos /SP
124- Sandra Fergurtz

Curitiba/PR
125- Vilma Carmona

Sorocaba/SP
126- Arivaldo Leite de Souza Júnior

São José de Ribamar/MA







quinta-feira, 20 de setembro de 2018

NOVO EMAIL INSTITUCIONAL DA ABORDA






Pedimos a todos/as a atualização do e-mail institucional, em seus arquivos, de modo que se utilize somente o endereço 

abordard@gmail.com



domingo, 16 de setembro de 2018

ABORDA ELEGE TRÊS MULHERES PARA A COORDENAÇÃO





Ao final do encontro foi realizada a Assembléia da Associação Brasileira de Redução de Danos ( ABORDA), que efetivou sua alteração estatutária e elegeu a nova coordenação para o período de 2018/2022. Pela primeira vez desde sua fundação, há 21 anos, a associação terá três mulheres a frente. 


Foram eleitas Edna Flores (MS), como coordenadora geral, Ana Cristina Oliveira (coordenadora administrativa financeira) e Thaty Pinangé para a coordenação técnico-política. Para o conselho fiscal os eleitos foram: Domiciano Siqueira (MG), Alvaro Mendes (AC) e Marco Manso ( BA).


A assembléia também ratificou os novos mobilizadores regionais, nas cinco regiões geográficas do Brasil, e encaminhou tratativas de formalizar o papel, responsabilidades e compromissos destas funções.



Encontro Nacional da ABORDA debate momento político e ações do movimento social



Durante três dias redutores de danos, especialistas, profissionais de saúde e interessados discutiram as ações de redução de danos no uso de drogas e sua relação com o momento político do Brasil. O evento, acontecido em Campo Grande (MS), debateu ainda estratégias de diminuição de riscos e danos associado a ações de prevenção do HIV, hepatites virais e tuberculose, a partir do paradigma da prevenção combinada, diretriz atual do Ministério da Saúde.

Para Edna Flores, da Associação Águia Morena anfitriã do evento, a decaída do uso do preservativo e a necessidade de ampliação da PreP são dois pontos importantes nesta discussão: " convivemos com pessoas que moram na rua, com usuários e usuárias de drogas, pessoas que estão a margem da ação do estado, por isto a sociedade civil é importante neste contexto", argumentou. Também o presidente da Aborda, Alvaro Mendes, destacou que a garantia dos direitos humanos das pessoas que fazem uso de drogas é fundamental neste debate, segundo ele " a ação policial truculenta não apenas priva as pessoas do cuidado de saúde, mas as limita de ações de protagonismo e controle social."

Paralelo ao evento o seminário Combina RD, organizado pela ONG Associação de Bem com a Vida ( ABV) de Boa Vista (RR), debateu as lacunas nos serviços diante deste desafio duplo de garantir cuidados de saúde e respeitar o direito de escolha das pessoas. " Estamos diante de um cenário de crescimento da pauperização, de aumento de imigrantes e de carências diversas do movimento social. Não basta intenções é preciso políticas públicas direcionadas", enfatizou a presidente da ABV, Ana Cristina Oliveira.

Participaram das atividades, cerca de 120 pessoas de todos os estados do Brasil. Redutores, associados, parceiros e apoiadores da Aborda receberam uma homenagem pela atuação em favor da instituição e da RD no Brasil. Também foi homenageado o Prof. Antonio Néry (UFBA), por seu pioneirismo nas ações de RD no país e por seus 40 anos de vida dedicada ao cuidado dos excluídos sociais.